ComunicadoGeral 54/2016 -Minicurso “A reescrita para aprimorar seu texto”

mini-curso

Brasília, 22 de novembro  de 2016

Comunicado Geral 54 /2016

Assunto: Minicurso “A reescrita para aprimorar seu texto”

A reescrita para aprimorar seu texto

 

Proponente: Cácia Leal (matrícula 222)

Área: Literatura, Revisão e Língua Portuguesa

Local de Realização:  Sede do Sindicato dos Escritores do DF / Liberty Mall- Brasília-DF

Data de Realização: 3 de dezembro de 2016 – das 13h às 18h (5 horas de duração)

Valor cobrado: R$ 50,00 por pessoa

E-mail: sindicatoescritoresdf@gmail.com

Prazo para inscrição:  Até 02 de dezembro

Será emitido pelo Sindicato dos Escritores do DF um Certificado de Participação com a carga horária de 5 horas e o respectivo conteúdo abordado.

Apresentação

O texto exige diversas releituras para a adequada reescrita e revisão antes de ser considerado satisfatório. Nenhum escritor, por melhor que seja, deve entregar sua primeira versão de um texto a qualquer pessoa. É preciso sempre reler, reavaliar e reescrever cada pedaço. Essa será a oportunidade de reconsiderar uma série de decisões tomadas no início da produção, de modo a aprimorar o que foi escrito. Aos poucos, o escritor será capaz de fazer automaticamente as melhorias, mesmo nos rascunhos, ocasionando um menor esforço de reescrita.

Faz-se necessário que se analise opções adotadas no início do processo, se estão funcionando no texto como um todo. Há necessidade de revê-las ou poderão permanecer? Há incoerências e descontinuidades? A narrativa está compreensível? Nesse momento, não conta a opinião de familiares. O próprio escritor precisa ser bastante crítico para com a sua obra. Para isso, ele deve tomar como modelo outros textos do mesmo gênero e de outros escritores de sucesso. É possível se adquirir essa autoavaliação ao reler várias vezes o texto, de forma mais distanciada, de preferência após deixá-lo guardado na gaveta durante algum tempo, deixá-lo de lado por alguns dias, de modo que, quando retomá-lo, seu olhar sobre a obra será outro. O escritor, então, irá ocupar o lugar do leitor, criticamente.

No momento da reescrita de um texto, o escritor deve rever algumas decisões, por exemplo, como quanto ao leitor (quem é e como está sendo tratado?); quanto ao gênero do texto (poesia, prosa, narrativa, crônica… minha escolha está adequada ao que planejei?); quanto às informações disponibilizadas no texto (são suficientes ou excessivas; são irrelevantes, desnecessárias, estão harmonizadas com relação ao propósito, estão adequadas ao público-alvo?); quanto à linguagem (formal ou informal, minha escolha está de acordo com o público-alvo?); quanto ao vocabulário (aprimoramento linguístico, estilística, adequação vocabular); quanto às estruturas sintáticas e gramaticais (correção gramatical e clareza de ideias); quanto ao objetivo e à situação (está de acordo com o objetivo traçado inicialmente ou preciso redirecionar?).

Por esse motivo, esse projeto se propõe a apresentar ideias de reescrita para os escritores, por intermédio de um minicurso, com duração de cinco horas, no qual serão abordadas técnicas e prática de revisão textual e reescrita. O escritor irá reescrever seus próprios textos, a partir de exemplos apresentados e modelos elaborados em sala de aula.

 

Objetivo

Apresentar propostas de reescrita de textos literários, para que o próprio autor possa aprimorar sua técnica, de modo a entregar ao público uma obra aperfeiçoada e de maior qualidade.

 

Conteúdo programático

Para se atingir esse objetivo, propõe-se, como conteúdo programático, técnicas de reescrita, tendo como base a literatura da área, de autores consagrados, conforme a bibliografia.

Para tanto, propõe-se trabalhar com os quesitos:

Aspectos Textuais:

ü  Sintaxe de construção de frases e períodos

ü  Coesão e coerência

ü  Vocabulário e adequação vocabular

ü  Paragrafação

ü  Gênero textual

ü  Estilística

ü  Elementos anafóricos

ü  Conectores textuais

 Aspectos Gramaticais e Formais:

ü  Forma

ü  Estética

ü  Ortografia

ü  Acentuação

ü  Pontuação

ü  Concordância

ü  Regência

Não se trata de aula de gramática, mas de tópicos necessários à reescrita, considerando-se os alunos como já conhecedores de normas básicas da gramática vigente, incluindo o novo acordo ortográfico, que vigora desde janeiro de 2016.

 

Material necessário por parte dos alunos:

– Caneta, lápis, borracha, bloco de anotações ou caderno, bem como o que julgar pertinente para trabalhar sua escrita (o local possui notebook para uso, mas o aluno poderá levar o seu se assim o desejar);

– Um texto de sua autoria, de no máximo uma página, de preferência que esteja guardado na gaveta, esperando o momento de ser mexido (este é o momento!).

 

Bibliografia

CEGALLA, Domingos Pascoal. Dicionário de Dificuldades da Língua Portuguesa. 2. ed. revista e ampliada. Rio de Janeiro: Ed Nova Fronteira, 1999. 449 p.

FARACO, Carlos. Trabalhando a Narrativa. 2. ed. São Paulo: Ed Ática, 1992. 150 p.

FARACO, Carlos Alberto; TEZZA, Cristovão. Prática de Texto para Estudantes Universitários. 15. ed. Petrópolis (rj): Ed Vozes, 1992. 299 p.

GARCEZ, Lucília Helena do Crmo. Técnicas de Redação: O que é preciso saber para bem escrever. São Paulo: Ed Martins Fontes, 2002.

TUFANO, Douglas. Estudos de Redação. 3. ed. São Paulo: Ed Moderna,

Estamos a trabalhar.

MARCOS LINHARES
PRESIDENTE
Sindicato dos Escritores do Distrito Federal
Tels.:  55 (61) 3031-6524 | 8405-8290
sindicatoescritoresdf@gmail.com
SCN Quadra 02 Bloco D Loja 310
1º Pavimento Shopping Liberty Mall – Asa Norte
CEP: 70712-904 – Brasília – DF

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s