Sindicalizadas participam de Coletânea em matéria do Correio Braziliense publicada em 04/10/2017

Captura de Tela 2017-10-08 às 20.23.26

Organizado por Cinthia Kriemler e tendo Beatriz Leal como uma das autoras participantes, a coletânea Novena para Pecar em Paz foi divulgada no Correio Braziliense.  Trecho da matéria:

“A escrita forte de nove autoras brasilienses se encontra na coletânea Novena para pecar em paz, que reúne nove contos sobre mulheres em seus mais variados estilos e espaços de liberdade. A obra, organizada por Cinthia Kriemler e publicada pela editora Penalux, reúne nomes importantes da literatura da capital e mostra que a escrita feita por mulheres tem espaço de fala permanente. Entre as páginas, mulheres diversas refletem as individualidades de seu tempo e suas particularidades atemporais. A ideia é romper o padrão da mulher como indivíduo de uma única forma e performance e mostrar suas amplas nuanças e possibilidades.

Para Cinthia, toda essa versatilidade esteve escondida, camuflada, despersonalizada, e o objetivo é trazê-las à tona através de autoras de diferentes idades, orientações e trajetórias. Para essas escritoras, pertencer a um gênero, a um determinado grupo, não significa ser estática e invariável. “E não significa que algumas características devam ser aceitas enquanto outras devem ser reprimidas”, destaca a organizadora. O livro reúne contos de: Beatriz Leal Craveiro, Cinthia Kriemler, Lisa Alves, Lívia Milanez, Maria Amélia Elói, Mariana Carpanezzi, Patrícia Colmenero, Paulliny Gualberto Tort e Rosângela Vieira Rocha.
Na antologia, a busca é pelo diálogo com todos os leitores, de qualquer idade e gênero, que esteja disposto a conhecer mais sobre as realidades do feminino de maneira multiplicada, rica, importante. “Diálogo é uma palavra linda. Sua efetiva aplicação é ainda mais linda. Procura-se um leitor que esteja disposto a perceber, entender e ser parceiro de um momento de mudanças que está sendo promovido pelo feminino”, afirma Cinthia. Nesse momento, estão todas as mulheres heterossexuais, homossexuais, transexuais, travestis, novas, velhas, solteiras e casadas.”
Leia a matéria na íntegra:

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s