Sindescritores/DF e Cultura Francesa firmam parceria 

Comunicado Geral 41/2017

Cultura

O Sindicato dos Escritores do DF (Sindescritores/DF) e a Cultura Francesa celebraram parceria que consiste em três ações: a de que alunos daquela escola traduzam textos (pequenos contos) dos escritores do sindicato e essa tradução vire um livro); a de oferecimento de desconto de 15% de desconto para que os autores sindicalizados e seus dependentes (que estiverem em dia com anuidade e carteirinha) possam estudar francês e ainda que, autores sindicalizados possam dar palestras relativas ao universo do idioma e da literatura francesa nas sede da Cultura Francesa localizada na 209 Norte, em cima do Fran’s Café.
Os escritores têm desconto nas aulas, do curso regular, do idioma. A Cultura Francesa também tem o curso intensivo, que começará em janeiro.

 

“A ideia é de que nosso autores enviem seus contos, inéditos ou não, para o e-mail do sindicato, com até 9 mil caracteres, com espaço, até o dia 15 de janeiro para que os professores e alunos da Cultura Francesa comecem o semestre letivo já com material disponível. Não haverá custos para os autores participantes e a ideia é de que lancemos, inicialmente, um e-book com essas traduções no primeiro semestre de 2018”, disse o presidente do Sindescritores/DF, Marcos Linhares, sobre o modus operandi da primeira ação da parceria.

“Agradecemos, primeiramente, aos proprietários da Cultura Francesa pela abertura e apoio aos nossos autores locais.E, é claro, à nossa diretora de Relacionamento Institucional, Roberta Cristina Von Doelinger (Betta Doelinger), por ter tido a ideia e conduzido brilhantemente todo o processo”, falou Linhares.
 
O presidente do Sindicato também esclareceu que os textos mandados passarão pelo crivo da equipe de diretores e professores da Cultura Francesa que escolherão aqueles que preencherem os critérios estabelecidos por eles que incluem itens como criatividade, beleza textual e riqueza linguística, entre outros. Não haverá espaço para contestação dos textos escolhidos, visto que todo processo é aberto e gratuito. “Só deve encaminhar os textos quem aceitar tais condições, Já tive textos meus que não foram escolhidos em concursos e nem por isso fiz disso cavalos de batalha, como alguns colegas costumam fazer infelizmente. Contudo, creio que será uma processo altamente construtivo, prazeroso e bem-sucedido”, aposta Linhares.
 
“Também levaremos um escritor especializado em tradução francês-português para fazer uma palestra / um ateliê no início do projeto”, pontua o presidente do Sindescritores/DF.
 
Cultura Francesa
É uma Escola de francês com equipe pedagógica de alto nível, focada na constante atualização para oferecer um ensino dinâmico e eficiente. O método de ensino é baseado no Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas Estrangeiras.
 professor Steph Garin pontua que a escola vê essa ligação com a literatura local como uma  oportunidade de ver o idioma, não somente como uma ferramenta de comunicação, mas também como suporte de produção artística.
 
Garin informa que esse projeto poderá ser renovado a cada semestre de curso. “
Terá um momentinho a cada aula para andar no procedimento de tradução para os alunos participarem da iniciativa”, pondera.
 
Quanto à seleção dos textos para tradução, o professor observou que “o sindicato mandará os textos, os professores escolherão um texto por turma, respeitosamente ao nível da turma”, explica.
 
Ele também antecipa que as traduções deverão sido finalizadas no fim de maio. “O livro (e-book) será lançado no mês de junho”, finalizou.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s