Feira Internacional do Livro de Brasília homenageará a literatura infantil e o Uruguai

Luci Watanabe - divulgação
Umas das homenageadas da Feira Internacional do livro deste ano, Luci Watanabe, tem identificação profunda com o DF: Ela nasceu em Divinópolis (MG), em 1944 e está radicada em Taguatinga (DF). Formada em Jornalismo, também estudou inglês, alemão e francês. Escreve histórias para crianças e jovens. Com mais de vinte livros publicados, já vendeu muito mais de um milhão de exemplares pelo Brasil afora.
Com direito a spoiler  da edição 2019, a cerimônia de lançamento revelou alguns nomes de autores convidados e abriu espaço para autores independentes 
 

Autores de toda as idades, livreiros, editores, presidentes de instituições literárias, grupos e movimentos literários do Terceiro Setor, gestores públicos e imprensa prestigiaram  nesta quinta (26/4), na Biblioteca Nacional de Brasília, a apresentação oficial da programação da 34ª Feira do Livro de Brasília, que agora é internacional e homenageará a comunidade uruguaia.

A Feira Internacional do Livro de Brasília será realizada de 1 a 10 de junho, nas áreas interna e externa do Pátio Brasil Shopping-, com o tema “Literatura infantil: a invenção do sonho. Vamos brincar de inventar?” O evento é realizado pela Câmara do Livro do DF, coordenado pelo Instituto Latinoamerica e apoiado pelo Ministério da Cultura (MinC), pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), pelo Sindicato Nacional de Editores de Livro (SNEL)e pelo Sindicato dos Escritores do DF (Sindescritores). 

Dentre as autoridades presentes, a Subsecretária de Infraestrutura e Apoio Educacional (SIAE),  Julia Maria Rebello Mandarino, que foi questionada pelos presentes sobre os vale-livros  (neste ano a Secretaria de Educação liberará R$ 500 mil para a compra de livros) e o transporte de alunos para a Feira. “Não é uma tarefa fácil, pois os contratos são de transporte de ponto a ponto, mas nos empenharemos para viabilizar que os alunos dos três turnos possam ter acesso à programação da Feira”, disse.

O Prefeito de Alexânia, Alysson Silva Lima , e a curadora do Entorno, Nilva Bello - Ascom_FILB

Também estiveram presentes, membros da prefeitura parceira do evento, Alexânia (GO), que realizará novamente a curadoria do evento Junto a RIDE: o prefeito Allysson Silva Lima, junto ao secretário de Educação, Mateus Cardoso e a coordenadora de Bibliotecas Públicas, Nilva Belo (curadora responsável pela programação do Entorno do DF).
Spoiler
A Feira anunciou que trará em 2019 um tema abordando as Bibliotecas, esses lugares tão especiais para o livro e a leitura.
Captura de Tela 2018-04-27 às 16.03.20
Saudade de nossa amada Biblioteca Demonstrativa Maria Conceição Moreira Salles
Outro gestor público presente foi o diretor da Biblioteca Nacional de Brasília, Carlos Alberto Xavier. Ele elogiou a organização do evento ao saber que o tema de 2019 será uma homenagem às bibliotecas. “Finalmente, um evento literário lembrou-se desse lugar tão mágico e ideal: as bibliotecas! Parabéns!”, elogiou.
Público
Ivan Valério, presidente da Câmara do Livro do DFO presidente da Câmara do Livro do DF, Ivan Valério, enfatizou a emoção tanto de poder apresentar mais uma edição do evento quanto de homenagear a literatura feita para nossas crianças e jovens. “Precisamos renovar os sonhos, que perpassem as telas dos smartphones e dos computadores. E as cerca de 200 mil esperadas se depararão com um palco principal, um espaço para as mesas de debates, e outros para cordel, teatro de bonecos e contações de história”, ressaltou.
Valério também observou que espera-se que o público movimente mais de R$ 5 milhões em vendas de livros, com a comercialização de 200 mil títulos nos cerca de100 estandes de vendas, além dos impactos indiretos sobre a indústria do turismo na capital federal e em sua economia, nos mais variados ramos – alimentício, hotelaria e hospedagem, comércio de varejo, lojistas de shopping, da região central da cidade, ambulantes e transporte de passageiros.
Uruguai
Atanagildo Brandolt, do Instituto LatinoamericaO presidente do Instituto Latinoamerica, Atanagildo Brandolt, disse que, aqui e ali, ouve dizer em suas andanças pela América do Sul que “o Brasil é considerado um gigante que virou as costas para seus vizinhos. Como há tempos planejávamos internacionalizar a feira, resolvemos começar, a partir deste ano, trazer autores de outros países e homenagear comunidades internacionais. Nesse sentido, nosso queridos vizinhos do Uruguai serão homenageados e teremos três autores de lá: Fabián Severo, Ethel Dutra e Andrés Echevarría. Além deles, também teremos um português e, possivelmente um espanhol”, apontou.
fabian_foto-Mauro-Martella-2Um desses autores é Fabián Severo (foto em anexo).  Ele é professor de Literatura e poeta.  Entre 2010 e 2014, coordenou a Oficina de Escrita na Associação Geral de Autores do Uruguai (AGADU). Ele é o autor dos livros “Noite Nu Norte. Poemas em Portuñol” (Ediciones del Rincón, 2010), “Noite Nu Norte. Noche En El Norte. Poesía de Frontera” (Rumbo Editorial, 2011), “Viento de Nadie” (Rumbo Editorial, 2013) e “NósOtros” (Rumbo Editorial, 2014). Parte de seu trabalho foi publicado no Brasil, na Argentina e nos Estados Unidos.
Homenagens
Ana Maria Machado, Luci Watanabe e Milton Hatoum serão os escritores homenageados.  Também serão homenageados, a RIDE Entorno como  Região nacional e o Uruguai como comunidade internacional. TODOS RECEBERÃO O TROFÉU CASSIANO NUNES. 
 
AnaMariaMachado- foto divulgaçãoAna Maria Machado é considerada pela crítica como uma das mais versáteis e completas das escritoras brasileiras contemporâneas, a carioca Ana Maria Machado ocupa a cadeira numero 1 da Academia Brasileira de Letras, que presidiu de 2011 a 2013. São mais de 40 anos escrevendo, mais de cem livros publicados (dos quais 9 romances e 8 de ensaios), mais de vinte milhões de exemplares vendidos, publicados em vinte idiomas e 26 países. Foi uma das fundadoras, em 1980, da primeira livraria infantil no Brasil, a Malasartes (no Rio de Janeiro), que existe até hoje. Os livros infanto-juvenis dela são reconhecidos em todo o mundo. O reconhecimento mundial das obras de Ana Maria Machado aconteceu em 2000, quando recebeu o Prêmio Hans Christian Andersen, o mais importante prêmio de literatura infantil.
Luci Watanabe - divulgaçãoOs outros dois homenageados tem identificação profunda com o DF:
Luci Watanabe nasceu em Divinópolis (MG), em 1944. Há anos reside em Taguatinga (DF). Formada em Jornalismo, também estudou inglês, alemão e francês. Aprendeu a escrever com os maiores mestres da literatura de todos os tempos, lendo muito desde pequena. Escreve histórias para crianças e jovens. Com mais de vinte livros publicados, já vendeu muito mais de um milhão de exemplares pelo Brasil afora;
Milton Hatoum-Divulgaçãoe o premiado autor manauara, Milton Hatoum, que  viveu em Brasília entre 1967 e o início de 1969. Hatoum lançou recentemente o primeiro volume da trilogia “O lugar mais sombrio”, que é ambientada em Brasília.
Curadoria
O curador  geral da Feira é o escritor, jornalista, crítico literário e documentarista pernambucano, radicado em Brasília, Maurício Melo Júnior.  Foi crítico literário e repórter de cultura do Correio Braziliense entre 1989 e 1999. Escreveu resenhas literárias para o Jornal do Brasil (RJ) e Zero Hora (RS). Escreveu e publicou diversos livros infantojuvenis, além de uma novela e um volume de crônicas.
Melo Júnior esclareceu que a programação foi pensada para tornar a feira mais atraente para o público em geral e, assim, aproximá-lo do universo da literatura em geral e da literatura para crianças e adolescentes em particular – contribuindo assim para a promoção e a popularização do hábito de leitura, especialmente entre as crianças e os jovens.
“Todas elas foram concebidas para estimular a compreensão de temas literários, técnicas de produção e trabalho, panorama mercadológico dos gêneros literários em conexão com as características de cada faixa etária de público. A ideia é, num ambiente estimulante, não apenas fomentar os negócios dos expositores, mas promover a reflexão e favorecer o diálogo desse mercado com os diversos públicos – população em geral, escritores, acadêmicos e entidades do setor livreiro e literário. Teremos conversas sobre mercado editorial, políticas de livro, leitura, bibliotecas e direitos autorais, vendas pela internet, livros eletrônicos e literatura inclusiva estarão presentes“, detalhou o curador.
Alessandra Roscoe,  Ana Beatriz Brandão, Antonio Torres,  Cristovão Tezza, Ignácio de Loyola Brandão, Jonas Ribeiro,  Lília Diniz, Lourenço Cazarré,   Marco Haurélio,  Maria Valéria Rezende,  Maurício de Almeida,  Paulliny Gualbert Tort, Ramon Mello, Roger Mello, Stella Maris Rezende,  Tiago de Melo Andrade e Tino Freitas são alguns dos convidados da Feira.


Fernanda de Oliveira é a curadora adjunta da Feira.  Além de autora de livros infantis, Fernanda é booktuber (produz vídeos sobre livros no YouTube) e formada em Artes Visuais pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Ela ressaltou que, “os gêneros infantil e infanto-juvenil foram escolhidos em razão de sua relevância e atualidade dos desafios que envolvem a popularização da leitura num país tão carente de avanços em termos educacionais. Por isso, nos esmeramos em construir uma programação rica em autores e qualidade que oportunizassem uma singular troca de experiências a quem participar das atividades previstas”, observou.

Oliveira também apontou a importância de trazer, dentre outros,  um garoto-escritor-prodígio e um premiado autor indígena:

Joâo Paulo Guerra João Paulo Guerra com oito anos de idade recém-completos, é bilíngue, escritor, programador e vencedor de concurso de colonização espacial da National Aeronautics and Space Administration (NASA).  Ele é autor de  “No Mundo da Lua e Dos Planetas – In The World Of The Moon And The Planets (livro infantil bilíngue) e
Captura de Tela 2018-04-27 às 16.20.25Cristino Wapichana,  ganhador do Prêmio Jabuti (2017), do Prêmio FNLIJ Ofélia Fontes – O Melhor Livro para Criança 2017 e do Prêmio “Peter Pan” Estrela de Prata (2* Lugar) na Suécia – 2018.
Estande dos Autores Independentes
Foi anunciado a cessão de um espaço: o Espaço Democrático dos Escritores Independentes. Serão disponibilizadas prateleiras nas quais os autores poderão disponibilizar seus livros. No estande também serão dispostas algumas mesas com porta banners nas quais cada autor poderá ficar por duas horas e colocar os referidos banner pelo tempo que lhe foi disponibilizado.  Aquele que já tiver usado seu horário alguma vez terá sempre que ceder o espaço aos colegas que ainda não o tiverem feito.  Para participar do espaço: manda e-mail para camaradolivrododf@gmail.com, dizendo dia e horário que pretende ocupar. Será disponibilizada e divulgada a programação de lançamentos/ocupação nesse espaço nas redes sociais do evento.
Valorização da qualidade da literatura local
” Brasília tem autores renomados, valorizados no circuito nacional e internacional, alguns premiados e reconhecidos com as maiores láureas do mundo do livro e da leitura.  Grandes nomes daqui têm sido premiados nacional e internacionalmente a exemplo de Roger Mello, José Rezende Jr,  Lourenço Cazarré, Chico Salles, Ronaldo Costa Fernandes e Cleunice de Arruda Castro, entre tantos outros. Este reconhecimento nacional e internacional é relevante para consolidar o DF como um dos mais importantes polos produtores de literatura de qualidade. Por isso a população local deve ter oportunidades de ter contato com seus autores em eventos na própria cidade”, alegou o presidente do Sindescritores, Marcos Linhares.

GOIÁS, ENTORNO DE BRASÍLIA
A região do Entorno de Brasília também terá um espaço nobre na programação da Feira. A curadora desses movimentos da Ride, Nilva Bello, de Olhos d’Água, Alexânia, informa que a edição 2018 contará com 18 municípios que confirmaram presença com grupos culturais especialmente voltados para a contação de histórias infantis e performances para os alunos das escolas públicas, além de caravanas do Entorno que frequentarão a Feira.
Parceiros do evento
A Secretaria de Educação, a Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer, a Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, a Secretaria de Cultura do DF são parceiros do evento.
Informações sobre o evento 
Quem precisar de informações sobre o evento pode ligar para  (61) 3033-6815 ou mandar email para  camaradolivrododf@gmail.com  – institutolatinoamerica@gmail.com .  O Facebook é  https://www.facebook.com/feiradolivrobrasilia/
Anúncios

Sessões de autógrafos e lançamentos de livros na Feira do Livro de Brasília 2018

LOGO Comunicado Geral 5/2018 – Brasília, 27 de março de 2018

Assunto: Sessões de autógrafos e lançamentos de livros na Feira do Livro de Brasília 2018

Informamos que abrimos espaço para Sessões de autógrafos e lançamentos de livros na programação oficial da Feira do Livro de Brasília 2018, que será realizada de 1 a 10 de junho de 2018, no Pátio Brasil Shopping.

Só poderão participar autores que tiverem publicado livros entre 2017 e 2018.

Os sindicalizados (em dia com suas anuidades) que tiverem interesse, mandem e-mail para o sindicato, com os seguintes dados:

– Capa do livro

– Nome do livro

– Editora (não há problema se for independente)

– Valor

– Quantidade de páginas

– sinopse

– data pretendida ( dia e horário)

O envio das informações poderá ser feito até o dia 15 de abril de 2018.

Estamos a trabalhar.

Saudações literárias do,

MARCOS LINHARES
PRESIDENTE
Sindicato dos Escritores do Distrito Federal
Tels.:  55 (61) 3031-6524 | 8405-8290
sindicatoescritoresdf@gmail.com
SCN Quadra 02 Bloco D Loja 310
1º Pavimento Shopping Liberty Mall – Asa Norte
CEP: 70712-904 – Brasília – DF

Sessões de autógrafos e lançamentos de livros no estande da Feira do Livro de Brasília 2018

LOGO  Brasília, 27 de março de 2018

Comunicado Geral 04/2018

Assunto: Sessões de autógrafos e lançamentos de livros no estande da Feira do Livro de Brasília 2018

Informamos que abrimos espaço para Sessões de autógrafos na Feira do Livro de Brasília 2018, no estande do Sindescritores/DF,  para autores que tiverem lançado livros de 2014 a 2018. A Feira será realizada de 1 a 10 de junho de 2018, no Pátio Brasil Shopping.

Só poderão participar

Os sindicalizados (em dia com suas anuidades) que tiverem interesse, mandem e-mail para o sindicato, com os seguintes dados:

– Capa do livro
– Nome do livro
– Editora (não há problema se for independente)
– Valor
– Quantidade de páginas
– Sinopse
– Data pretendida ( dia e horário)

O envio das informações poderá ser feito até o dia 15 de abril de 2018.

Estamos a trabalhar.

Saudações literárias do,

MARCOS LINHARES
PRESIDENTE
Sindicato dos Escritores do Distrito Federal
Tels.:  55 (61) 3031-6524 | 8405-8290
sindicatoescritoresdf@gmail.com
SCN Quadra 02 Bloco D Loja 310
1º Pavimento Shopping Liberty Mall – Asa Norte
CEP: 70712-904 – Brasília – DF

Chamamento público de autores para a 33ª Feira do Livro de Brasília

Captura de Tela 2017-05-11 às 14.12.32

Chamamento público de autores para a 33ª Feira do Livro de Brasília

Inscrições para o “Lançódromo”até  25/05/217.       O poeta-filósofo Antônio Cícero (RJ), o antropólogo-poeta Antônio Risério (BA);o escritor acadêmico João Almino, os poetas Salgado Maranhão(PI), Aroldo Pereira e Anelito (MG); o premiado escritor Cristovão Tezza (SC),  Milton Hatoum (AM), Ana Miranda, Thalita Rebouças (RJ), são alguns dos convidados confirmados. .

A curadoria da 33ª Feira do Livro de Brasília informa que estão abertas até a quinta-feira (25/05), as inscrições para autores com livros publicados de março de 2016 até junho de 2017.  Os escolhidos entrarão na programação oficial do evento e no espaço de lançamento de livros, o “Lançódromo”. Inscrições e outras informações pelo e-mail:  feiradolivrodebrasilia2017@gmail.com

A 33ª Feira do Livro de Brasília  será o maior acontecimento do livro do DF e será realizada de 16 a 25 de Junho, no shopping Pátio Brasil, onde a criança candanga será a grande protagonista do evento. A Feira é um evento literário e livreiro que vai reunir a produção pulsante do nosso país, do DF e do Entorno e são esperadas 260 mil pessoas entre os debates, os recitais, as palestras e as apresentações.

Espera-se movimentar mais de R$ 5 milhões em vendas de livros este ano e escolas vão levar estudantes de todo o DF e Entorno para percorrerem o caminho da literatura. Mais de 80 expositores entre livrarias, editoras, entidades literárias e órgãos publicadores estarão presentes com seus produtos intelectuais. A feira ocupará a parte externa do Pátio Brasil e a W3 Sul com barracas, tendas, um auditório, arenas jovens e infantis e o Café TROPICÁLIA, onde serão realizados inúmeros eventos.

Homenageados

O livreiro Ivan da Silva, “Ivan Presença”, receberá uma homenagem pela sua dedicação aos livros e à leitura, assim como o escritor Gustavo Dourado, da Academia Taguatinguense de Letras. Serão homenageados, também, “in memorian”, os poetas Ferreira Gullar, Torquato Neto e Belchior.

 

O presidente da Câmara do Livro, Ivan Valério, diz que “os livreiros e a população reivindicavam o retorno da Feira para o Pátio Brasil, que está com toda a área externa reformada, mais ampla, bonita e com recursos de acessibilidade. Estamos muito animados com esta edição da Feira do Livro”

 

CRIANÇA CANDANGA: nosso maior Patrimônio

 

“Cada criança candanga vai levar um livro pra casa”, este é o lema da Feira do Livro de 2017 que está inserido no conceito da INCLUSÃO. O evento vai iniciar uma ampla campanha para estimular a formação de uma nova geração leitora no DF, investindo em ações que vão promover o amplo acesso aos livros e à leitura. Cada criança que visitar a Feira do Livro vai participar das atividades literárias e levar pelo menos um livro pra casa. Expositores e a população que visitar a Feira serão incentivados a doar livros para instalação de espaços de leitura nas creches e unidades socioeducativas. E, após a Feira do Livro, ao longo de todo o ano, instituições públicas e movimentos literários locais vão incentivar a leitura na rua e nas famílias.

Esses são os legados da Feira do Livro para o DF. No ano em que Brasília completa 30 anos como Patrimônio Cultural da Humanidade, queremos valorizar as crianças como nosso maior patrimônio e fortalecer uma geração de leitores na infância.

 

CAFÉ TROPICÁLIA

 

Cada noite um espetáculo da palavra. O Café Tropicália será o centro dos acontecimentos literários e poéticos da 33ª Feira do Livro, uma homenagem aos 50 anos de existência pop-antropofágica do Tropicalismo. Um dos poetas homenageados pela Feira será o piauiense Torquato Neto, expoente do movimento que contou com Caetano Veloso, Gilberto Gil, Glauber Rocha, Tom Zé, Capinam, Zé Celso, Chacrinha e outros. Uma exposição de fotos de Angela Raymundo sobre os “monumentos” aos quais se refere Caetano Veloso na música Tropicália; e uma linda peça de Dom Quixote, o utópico, do artista plástico Zaqueu Vitor, comporão o ambiente do palco do Café Tropicália.

 

Sempre às 18h30 serão formadas mesas de debates com poetas, escritores brasileiros e brasilienses. Antes, porém, às 16 horas, palestras individuais vão esquentar o Café com a mais qualificada prosa literária com grandes nomes da atualidade. Na parte da manhã, o espaço será dedicado à contação de histórias e às performances para crianças e alunos das escolas públicas do DF.

 

Ao lado do Café Tropicália, no meio da Feira, funcionará o LANÇÓDROMO, espaço para lançamentos coletivos de livros, de forma integrada e democrática, com interação entre os autores e conversas sobre os temas com os leitores. Estão confirmados vários lançamentos de livros como o novo livro de filosofia poética do Antônio Cícero (RJ), o livro “O Brasil na Fita”, do perito criminalista Ricardo Molina (SP), obras de autores de Brasília.

 

CONVIDADOS ESPECIAIS

 

O poeta-filósofo Antônio Cícero (RJ), o antropólogo-poeta Antônio Risério (BA); o sanfoneiro Chambinho do Acordeon (SP/PI/CE), que tão bem representou Luiz Gonzaga no filme “Gonzaga: de pai para filho”, sobre o Rei do Baião, o escritor acadêmico João Almino, o grupo poETs de Porto Alegre, de Ricardo Silvestrin, Alexandre Brito e Ronald Augusto; os poetas Salgado Maranhão(PI), Aroldo Pereira e Anelito (MG); o premiado escritor Cristovão Tezza (SC),  Ele Semog (RJ), Elaine Marcelina (RJ), Sergio Cohn (RJ), Milton Hatoum (AM), Ana Miranda, Thalita Rebouças (RJ), são alguns dos convidados confirmados. A Feira ainda tenta trazer o escritor cubano Leonardo Padura, autor do incrível romance “O homem que amava os cachorros”, o espanhol Carlos Ruiz Zafón e o venezuelano Fernando Baéz. A agenda apertada de todos ainda não permite a confirmação.

 

BRASILIENSES RECEBEM OS DE FORA

 

O escritor e poeta brasiliense terá um espaço e um valor todo especial na Feira. Disso, o curador geral Luis Turiba, poeta e ex-editor da histórica revista BRIC-A-BRAC, não abre mão e está cuidando bem com participantes de inúmeros movimentos poéticos brasilienses e nacionais. Juntou-se a ele nesta missão de organizar o programa do Café Tropicália, a professora e escritora Lucília Garcez.

Além de nomes como Francisco Alvim, Nicolas Behr, Dad Squarisi, Noelia Ribeiro, Anderson Braga Horta, Angélica Torres, Cristiane Sobral, Margarida Patriota, Marina Mara, Ronaldo Costa Fernandes, Mauricio Melo, Sylvia Cintrão, José Sóter, Santiago Naud, Antonio Miranda, Jose Jeronymo Rivera, José Roberto, Seira-Beira, Amneres, Malu Verdi e outros; haverá uma super mesa que debaterá “Os movimentos literários e poéticos” da cidade, com a participação do editor do CB, José Carlos Vieira, Adeilton Lima, José Garcia Caianno, da Banca de Poetas, Luiz Amorim, do Açougue T-Bone, e a Casa da Essência.

 

JOVENS BALADEIROS DA LITERATURA

 

Com curadoria de Barbara Morais, autora da Trilogia Anômalos, a vigorosa e próspera literatura da juventude vai ocupar o centro da Feira com a Arena Jovem, lugar de muitos encontros de jovens escritores de todo o país com muita conversa sobre os temas que permeiam o universo literário de jovens que movimenta o mercado editorial brasileiro de forma surpreendente, impulsionando os índices de leitura. Escritores como Thalita Rebouças, Mauricio Gomyde, Laureane Antunes, Juliana Baltar vão ocupar o espaço da juventude que também terá blogueiros e youtubers como a Beleza Teen.

 

GOIÁS, ENTORNO DE BRASÍLIA

 

Os movimentos culturais e literários da região do Entorno de Brasília também terão um espaço nobre dentro da Feira. A curadora desses movimentos da Ride, Nilva Bello, de Olhos d’Água, Alexânia, fala da participação de 12 municípios já confirmados com grupos culturais especialmente voltados para a contação de histórias infantis e performances para os alunos das escolas públicas, além de caravanas do Entorno que frequentarão a Feira.

Estarão na programação o professor Michael Felix, de Olhos D’Água, que fará palestra sobre as relações étnicas no desafio Educacional; a Ciranda de Contos de Goiás, a Orquestra Sertaneja Alma Caipira, exposição de fotografias de Ruyter Fernandes, de Acreúna, a Banda 13 de Maio de Corumbá, Sarau lítero-musical de Formosa e outro sarau de Abadiânia; livros de autores de Pirenopólis, Valparaíso e Luziânia e atividades do Ponto de Cultura do Novo Gama e a Academia Planaltinense de Letras vão fortalecer a programação da região.

 

Uma das coordenadoras da 33ª Feira do Livro de Brasília, a bibliotecária e ativista cultural, Cleide Soares, destaca que “esta edição tem um diferencial que é o engajamento social da literatura com a cidade, com a perspectiva de espalhar livros para todos os cantos onde há crianças para ler e ouvir histórias. Em 2016, a feira do livro levou autores às escolas públicas e às unidades socioeducativas. Este ano vamos manter a programação itinerante e, também, incluir a leitura na vida das famílias e nas ruas, fortalecendo a produção literária da região”.

 

A integração latinoamericana na feira está assegurada com a participação do Instituto Latinoamérica para a Educação, Arte, Ciência e Cultura que aponta para a necessária união entre os povos da região para garantir o fortalecimento e autodeterminação cultural do nosso povo, como ressalta o seu diretor Atanagildo Brandolt.

 

Participam da comissão organizadora da Feira do Livro a Câmara do Livro do Distrito Federal, o Instituto Latinoamérica para a Educação, Arte, Ciência e Cultura, a Imagens Promoções, a Comunikey Eventos Culturais, o movimento social intercontinental Grito do Livro: Viva a Leitura! e as Secretarias de Educação e Adjunta de Turismo, do Ministério da Cultura. A Feira conta também com o apoio da Prefeitura Municipal de Alexânia com a curadoria do Entorno e dos demais municípios que vão atuar com sua programação. Essa junção diversificada é que vai garantir a inclusão e a interface entre todos os públicos.

 

Serviço: 

Chamamento público de autores para a 33ª Feira do Livro de Brasília

Quando: Inscrições abertas até a quinta-feira (25/05),

Quem pode participar:  Autores com livros publicados de março de 2016 até junho de 2017.

Onde: Na programação oficial do evento e no espaço de lançamento de livros, o “Lancódromo”.

Inscrições e outras informações pelo e-mail:  feiradolivrodebrasilia2017@gmail.com

33ª Feira do Livro de Brasília

16 a 25 de junho de 2017, das 9 às 21h

Local: Pátio Brasil Shopping

Site oficial www.feiradolivrobrasilia.com

Informações: Telefone (61) 3033-6815 ou email: camaradolivrododf@gmail.com 

Assessoria de Imprensa: Marcos Linhares- 61 99905-5905 ou 98405-8290

 

 

Cancelamento dos Editais 1 e 4 da 32ª Feira do Livro de Brasília

logo 32ª Feira do Livro de Brasília

 

Cancelamento dos Editais 1 –DE CHAMAMENTO PARA SELEÇÃO DE AUTORES E PROJETOS – e 4 DE CHAMAMENTO PARA SELEÇÃO DE PROFESSORES/AUTORES E PROJETOS DE PROFESSORES da 32ª Feira do Livro de Brasília  – Sindicato dos Escritores do DF e Câmara do Livro do DF

 

O Sindicato dos Escritores do Distrito Federal, a Câmara do Livro do Distrito Federal e Colegiado Setorial de Livro, Leitura e Bibliotecas do Distrito Federal gostariam de ser absolutamente justos com todos os escritores e os professores/escritores do DF- incluindo aí os contadores de histórias, ilustradores e  quadrinistas, mediadores de leitura e oficineiros de atividades de incentivo à leitura e projetos de leiturapara apresentações durante a 32ª Feira do Livro de Brasília, que será realizada de 16 a 24 de julho de 2016, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Os três parceiros gostariam de pagar cachês para todos, pois reconhecem o trabalho primoroso, absolutamente necessário e qualificado de todos eles. Colocou-se o evento de pé, apesar de todos os percalços, mas diferente de outros eventos que assumem compromissos e usam da boa vontade alheia e depois não honram com os devidos pagamentos, a coordenação colegiada da 32ª Feira do Livro de Brasília não viu outra alternativa a não ser a de cancelar os editais 1 e 4 (com cachê) para  evitar problemas futuros.

Nesse sentido, usaremos o item 10.1, previsto no edital no item “Das Disposições Finais” que reproduzimos abaixo:

“DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

10.1 O Sindicato dos Escritores do DF e a Câmara do Livro do DF, conjuntamente, poderão prorrogar, adiar, revogar ou anular o presente Edital, na forma da Lei, sem que caiba aos participantes qualquer direito a reembolso, indenização ou compensação.””

Tentou-se de todas as formas, mas os recursos previstos de patrocínio diversos, não vieram, apesar de previstos. Cortou-se equipe, convidados, materiais,  tudo foi feito para que os cachês dos editais pudessem ser honrados mas chegou-se a um ponto em que as instituições têm que ser honestas com cada uma e cada um dos inscritos.

Tudo o que podemos oferecer,  nesse momento, aos classificados é a divulgação em nossa programação e o certificado de participação, mas entendemos que é difícil para qualquer escritor participar sob essas circunstâncias.

Entraremos em contato com cada uma e cada um dos selecionados para ver o que pretendem fazer.

Acima de tudo, escolhemos o caminho da verdade pois todos os artistas merecem tal atitude de quem contrata.

Apesar de tudo, faremos a melhor feira do livro possível, no melhor lugar e com programação de qualidade. Todos que quiserem/puderem permanecer para ficarem conosco até o fim serão muito bem–vindos, em respeito à literatura e à leitura, que não podem sucumbir, mesmo com tantas adversidades. Todos do edital que assim optarem poderão divulgar seus preciosos trabalhos assim como vender suas obras nos estandes de livrarias e instituições literárias participantes da feira.

 

Brasília/DF, 14 de julho de 2016

Marcos Linhares – Sindescritores-DF

Ivan Valério – Câmara do Livro do DF

Cleide Soares  – Colegiado Setorial de Livro, Leitura e Bibliotecas do Distrito Federal

 

RESULTADO DO EDITAL 3 (Lançamentos)– 32ª FEIRA DO LIVRO DE BRASÍLIA

logo 32ª Feira do Livro de Brasília

RESULTADO DO EDITAL 3 / EDITAL NACIONAL PARA LANÇAMENTOS DE LIVROS E SESSÕES DE AUTÓGRAFOS – 32ª FEIRA DO LIVRO DE BRASÍLIA

Conforme anunciado, o Sindicato dos Escritores do DF e a Câmara do Livro do DF divulgam abaixo o a lista dos escolhidos do EDITAL NACIONAL PARA LANÇAMENTOS DE LIVROS E SESSÕES DE AUTÓGRAFOS seguido do respectivo cronograma (sem cachê) durante a 32ª Feira do Livro de Brasília, que será realizada de 16 a 24 de julho na Ala Sul do Centro de Convenções Ulysses Guimarães.
Selecionados, Nomes dos livros, editora e Cronograma

 

1 – Alice Dias (DF)O grande assaltante– Chiado

Dia  24 de julho  – 18h  – Mesa  4

2Andréa Fanzeres Cordoniz (RJ)  #Relicário  –  Matrix

Dia 22 de julho  – 18h  – Mesa 1

3–Christiane Nóbrega – Júlio, um dinossauro muito especial  –  Editora Franco

Dia 17 de julho  – 11h  – Mesa 2

4– Cláudio Manoel de Almeida  – Gaian – o Reinício–  Novo Século

Dia 17 de julho  – 17h  – Mesa 4

5– Cristiane Sobral (DF) – Não vou mais lavar os pratos, 3a. edição revisada e ampliada– Garcia

Dia 23 de julho  – 19h  – Mesa 2

6 – Eduardo Coelho Pacheco (DF)  O Lobo Milionário e os Três Porquinhos   – Coelho Play

Dia 17 de julho  – 16h  – Mesa 3

7–Evandro Valentim de Melo(DF)  – Aventura na floresta: bichos e lendas daqui e dacolá – Assis

Dia 23 de julho  – 15h  – Mesa 1

8–Flávio Vieira  (DF) – Trilogia A rebelião das almas – Kazuá

Dia 17 de julho  – 17h  – Mesa 3

9– Keula Rodrigues (DF)Quem é o intruso?–Art Letras

Dia  19 de julho  – 16h  – Mesa  2

10– Lair Franca (DF)– Lentes Mágicas 

Dia 20 de julho  – 15h  – Mesa 1

11– Lincon Lacerda  (DF)    Projetos Pluridisciplinares  4ª e 5º anos – Thesaurus

Dia 20 de julho  – 10h  – Mesa 1

12– Lucília Garcez (DF)  –  Palavras amigas 

Dia  24 de julho  – 16h  – Mesa 4

13– Luda Lima (DF) e Liliane Oraggio Min e o tudo de novo –Pólen Livros

Dia  23 de julho  – 19h  – Mesa  3

14–Maria Clara Arreguy (DF)   O Planeta das Flores Amarelas e Oit Labina   – Outubro edições

Dia  18 de julho  – 19h  – Mesa 2

15– Maria Elaine Cambraia (DF) A corujinha curiosa –Franco

Dia  17 de julho  – 16h  – Mesa  5

16– Onã Silva  (DF)–   Grandes enfermeiras: Florence Nightingale e Anna Nery  – Thesaurus

Dia 17 de julho – 17h– Mesa  5

17–Paula Ottoni (DF)A destinada–Independente

Dia  19 de julho  – 16h  – Mesa  3

18–Paulo Henrique Bragança (Araxá/MG) Lexus – O Despertar da Escuridão–Arwen

Dia  23 de julho  – 15h  – Mesa  2

19–Raul de Taunay – O andarilho de Malabo  –  7Letras

Dia 22 de julho  – 20h  – Mesa 2

20– Renan Lins Alves da Cunha  / Marisa Carla Queiroz da Cunha  Pai Poeta  –  LGE Editora

Dia 16 de julho  – 20h  – Mesa 1

21– Ricardo Pacheco Araújo (DF)  Plenitude e Poesia–  Independente

Dia 16 de julho  – 17h  – Mesa 1

22– Ronaldo Alves Mousinho  (DF)   – Prosoética do Inusitado   – Independente

Dia 22 de julho  – 17h  – Mesa 2

23– Sandra Fayad (DF)   –As viagens de Oliva   – Artideias

Dia 17 de julho  – 15h  – Mesa 2

24– Sandra Mara Bessa (DF)Lorde ou morde?–Franco

Dia  21 de julho  – 15h  – Mesa  1

 25 –Simão de Miranda (DF)  –  Estratégias criativas de aprendizagem   – Paulinas

Dia  22 de julho  – 16h  – Mesa 1

26– Tânia Loureiro Peixoto (DF)Nariz de Batata  –Franco

Dia  17 de julho  – 15h  – Mesa  4

27 –Tânia Lúcia Nunes do Nascimento  (DF)    Um olhar reflexivo sobre o bullying  – Sucesso

Dia 17 de julho  – 16h  – Mesa 4

28–Tay Duque (DF) – Sedução  – Hope

Dia 20 de julho  – 16h  – Mesa 2

29–Tiago Santos-Vieira– Elos do Mau Agouro – Giostri

Dia 18 de julho  – 19h  – Mesa 1

30 – Verônica Saiki (DF)  Verdugo o inacreditável, procurados –  Independente

Dia 17 de julho  – 16h  – Mesa 2

31Yana Marull (DF)Uma Aventura no Pantanal  –Franco

Dia  23 de julho  – 11h  – Mesa  1

 

 

Sindicato dos Escritores do DF

Câmara do Livro do DF