Bem-sucedido o Sarau/ Lítero/Musical do Sindescritores na Embaixada da Bolívia

Comunicado Geral 13/2019

Na noite da segunda-feira (26/08), o Sindescritores realizou o marcante Sarau/ Lítero/Musical do Sindescritores na Embaixada da Bolívia.

A diretora de eventos, Meireluce Fernandes, foi a responsável por todas as tratativas que resultaram nesse evento exitoso,  que recebeu poetas, escritores e autoridades (embaixador de Cuba, embaixadora da Nicarágua, entre outros), além de jornalistas.

“Após a solenidade, durante o coquetel, o embaixador da Bolívia, José Kinn Franco, e a embaixatriz, Gilda Franco, relataram-me: ‘Estamos muito felizes, o público que veio ao sarau foi maravilhoso. O Sindescritores está de parabéns!”, revelou o vice-presidente da entidade, Gilbson Alencar.

Escritoras sindicalizados como Basilina Pereira e Kori Bolívia declamaram belos poemas. Meireluce Fernandes entregou uma homenagem à embaixatriz da Bolívia,  Gilda Franco. Além de tudo, o coral Alegria e o grupo de danças típicas bolivianas, trouxeram ainda mais alegria àquela noite festiva em que a literatura deu o tom.

Anúncios

Eleita a nova diretoria do Sindicato dos Escritores do DF para o triênio 2019-2021

Comunicado Geral 20/2018
Eleita a nova diretoria do Sindicato dos Escritores do DF para o triênio 2019-2021
Nesta manhã de sábado (17/11), foi eleita – por aclamação-, a nova diretoria do Sindicato dos Escritores do DF (Sindescritores). Fundado em 1979 é o mais antigo do Brasil. O escritor e jornalista Marcos Linhares foi reconduzido à presidência da entidade, que na diretoria e nos  conselhos de Ética, Fiscal e Consultivo, conta também com Gilbson Alencar, Rodrigo Duhau, Paulo Souza, Raul Larrosa, Fernanda de Oliveira, Meireluce Fernandes, Verônica Vicenza, Arisson Tavares, Judivan Vieira, Daniel Deusdete, Cristiane Sobral, Gacy Simas, Augusto Niemar, Cácia Leal, Priscilla Castro, Tagore Alegria, Sandra Fayad, José Carlos Brito, Luciane Melo, Onã Silva, Astrogildo Miag, Zeze Maku, Ironita Mota, Cinthia Kriemler, Maria Lícia Moraes Braga e Ozaina Barros.
Dentre as propostas de trabalho, Linhares salienta a criação do Instituto Distrital do Livro, a inclusão de escritores regionais nos exames vestibulares,  a criação de uma inédita livraria colaborativa, a realização de 10 encontros nacionais de literatura, a criação do inédito espaço nacional de criação literária colaborativa na Biblioteca Maria da Conceição Moreira Salles e ações de apoio a unidades de internação, a bibliotecas públicas  e escolares e a programas literários em escolas rurais.
“Sem contar  com a necessidade real de atrairmos mais e mais jovens para os programas literários. Precisamos urgentemente de renovação nas entidades literárias”, enfatiza o presidente da entidade.
O Sindescritores integra a equipe de coordenação da Feira Internacional do Livro de Brasília e realiza a concorrida Maratona de Poesia (com 12 horas ininterruptas com poetas se revezando, com direito a participação espontânea do público).

 

Em tempo, Linhares é autor de 12 livros e vencedor em 2016- em parceria com Marcelo Capucci-, do International Latino Book Awards, em Los Angeles (EUA), na categoria melhor livro infantil ilustrado com “Faço, Separo, Transformo”.

Comunicado Geral 48/ 2016 –Lançamento livro “Voos 1907 e 3054: a construção dos discursos pós-desastres aéreos da GOL e da TAM”

gilbson_alencar_capa_autor-3-page-001

Brasília,  18 de outubro  de 2016

Assunto:  Comunicado Geral 48/ 2016 –Lançamento livro “Voos 1907 e 3054: a construção dos discursos pós-desastres aéreos da GOL e da TAM”

Dentro da programação do estande do Sindescritores (número 128) na III Bienal Brasil do Livro e da Leitura – Brasília, no domingo (30/10), das 16h às 18h, um de nossos novos sindicalizados, Gilbson Alencar (matrícula 236), fará o pré-lançamento de seu primeiro livro, “Voos 1907 e 3054: a construção dos discursos pós-desastres aéreos da GOL e da TAM” (CBE/Superlivros).

Foto autor Gilbson Alencar.jpg

Estão todos convidados a prestigiar o colega que é multifacetado: jornalista, professor universitário e servidor público federal.

 

A obra

gilbson_alencar_capa_autor-3-page-001Este livro é resultado da análise da construção dos discursos produzidos por jornais digitais e pelas companhias aéreas GOL e TAM, levados ao conhecimento da sociedade via reportagens e comunicados, após os acidentes ocorridos com os voos 1907 e 3054, respectivamente em 29 de setembro de 2006 e 17 de julho de 2007. Foram utilizadas as ferramentas teóricas presentes na Análise de Discurso Crítica (ADC) e na Análise do Discurso. Através dessas abordagens foi possível averiguar se houve, por parte dos veículos de comunicação digitais, parcialidade ou imparcialidade na elaboração dos textos jornalísticos postados em portais e sites e se as empresas GOL e TAM conseguiram se comunicar com a população de forma a amenizar os danos causados às suas imagens. Outro aspecto apresentado nessa obra refere-se aos critérios objetivos de noticiabilidade que levaram os acidentes a serem noticiados. O suporte para essa análise foi obtido nas teorias do jornalismo e da comunicação de massa.

Segundo o autor, “as linhas de pesquisa deste livro tiveram por base as teorias do jornalismo e da comunicação e a abordagem teórico-metodológica da Análise de Discurso Crítica (ADC), bem como as definições linguísticas presentes na esfera da Análise do Discurso. A junção dessas áreas distintas do saber se deve em função das lacunas encontradas para se verificar como foi construído o discurso da mídia na Internet (notícias publicadas em ambientes virtuais) a respeito dos acidentes com os aviões das empresas GOL (voo 1907), ocorrido em 29.09.2006, e TAM (voo 3054), ocorrido em 17.07.2007, e se tal construção discursiva teve influência da sociedade – por meio de pressão por explicações – ou apenas dos profissionais de comunicação, estes comprometidos a divulgar as informações à medida que os fatos se apresentavam por meio de investigações jornalísticas. Outro ponto observado foram os discursos das empresas aéreas nos comunicados difundidos em portais da Internet sobre os respectivos acidentes, com isso, pôde-se constatar quais as falhas e os acertos das companhias na construção de suas mensagens à sociedade. No que tange às teorias do jornalismo, utilizou-se a perspectiva teórica do newsmaking abordada por Felipe Pena e Mauro Wolf nas seguintes obras: Teorias do Jornalismo e Teorias das Comunicações de Massa. Também foram observados os escritos de Pena (2008, p.176) sobre jornalismo digital”, informou.

Preço de venda:  R$ 34,00
Opção de compra  antes e depois do pré-lançamento (só que sem autógrafo…):
Na loja

http://www.clubedosescritores.com.br/livraria/

Estamos a trabalhar.

MARCOS LINHARES

PRESIDENTE
Sindicato dos Escritores do Distrito Federal
Tels.:  55 (61) 3031-6524 | 8405-8290
sindicatoescritoresdf@gmail.com
SCN Quadra 02 Bloco D Loja 310
1º Pavimento Shopping Liberty Mall – Asa Norte
CEP: 70712-904 – Brasília – DF