Eles e Nós – 1922 na cabeça

Semana de vídeos com autores de Brasília celebra a Semana de 22

Durante uma semana, da terça (22/02) a segunda (28/02),  sempre às 20h30 (horário em que foi aberta a Semana), os canais oficiais do Sindicato dos Escritores do DF (YouTubeFacebook e  Instagram)  exibirão vídeos de autoras e autores do Distrito Federal lendo trechos de textos em prosa ou poemas de algum dos escritores que participaram da Semana de Arte Moderna, também chamada de Semana de 22.  A ação recebeu o nome de Semana Eles e Nós – 1922 na cabeça. (banner em anexo).

“O Sindicato dos Escritores do Distrito Federal não poderia deixar de homenagear a Semana de Arte Moderna,  considerada um marco oficial do movimento modernista no Brasil, que foi realizada em São Paulo, de 13 a 17 de fevereiro de 1922, no Teatro Municipal da cidade.  E nada melhor que ter escritores falando/lendo/declamando esses textos tão significativos”, afirmou o presidente da entidade, o jornalista e escritor Gilbson Alencar.

“Teremos três vídeos no primeiro e no último dia, e nos outros um vídeo somente. Também escolhemos ter dois vídeos envolvendo Graça Aranha, um na abertura e um no encerramento, visto o papel preponderante dele na Semana de 22. Sem contar que ele abriu o evento com a conferência intitulada ‘A emoção estética da arte moderna’, no dia 13, às 20h30”,   revelou o presidente do Sindescritores.

Ao vice-presidente da instituição, Marcos Linhares coube o papel de abrir o evento. “Recebi a incumbência de ler um trecho inquietante da abertura feita pelo Graça Aranha. Passados 100 anos, o texto continua atual e necessário, aliás como devem ser todos os bons textos imorredouros”, finalizou. 

Participantes 

Dez escritores gravaram seus vídeos lendo ou interpretando textos da Semana de 22. São eles, em ordem alfabética:

Adriana Kortlandt nasceu em 1963, no Rio de Janeiro. Estudou alguns semestres de Antropologia, mas se formou em Psicologia e se especializou em terapia do trauma. Publicou: Almagesto – Contos anímicos; Fios da Memória – um guia para escrever de si (em parceria com Helena Silveira); A casa da vida; Sou confiável – reflexões sobre a autocorrupção (em parceira com Fauzi Mansur), Outro lugar na solidão (em parceria com Marcos Linhares e Marcelo Capucci) e Mosaico do Negacionismo (em parceria com Marcos Linhares).

Antonio Costa Neto é educador. A estreia no campo da escrita se deu com Educação Alienante Existe (Editora Photolitto, 1993). Publicou depois “Paradigmas Em Educação no Novo Milênio” (Ed. Kelps, 2003); “Anjo sem Asas: Tio Inácio Cheio de Graças” (Kelps, 2006); “Escolas e Hospícios Ensaio Sobre a Educação e a Construção da Loucura” (Kelps, 2009). É co-autor de “Proporcionalismo ou Caos” (Ed. Lorosae, SP, 2007).

Glauber Vieira Ferreira nasceu em Varginha (MG) em 1973 e vive em Brasília desde a infância. Formou-se em psicologia e, posteriormente, entrou na Polícia Civil do Distrito Federal. Participou de diversas antologias literárias, inclusive na Argentina e na Alemanha. Possui quatro livros solo: Mosaicos (Editora Penalux, 2015), Poesia Estradeira (Editora Thesaurus, 2016), Observadores de Formigas (Editora Penalux, 2019) e Salada de Cores (Editora Coralina, 2021).

Miranda de Aquino/Zezé Maku – Zezé Maku, nome artístico do professor e escritor José Miranda de Aquino, é uma referência ao ritmo maculelê e à lenda Makunaima. Dedicada à literatura infantil, sua obra transita entre a pesquisa histórica e o cordel, trazendo enredos sobre tradições indígenas e preservação da Amazônia. Zezé Maku é autor de oito livros dedicados ao público infantil. Suas obras tratam de educação ambiental, além de lendas e mitos da cultura amazônica.

Marcos Linhares é jornalista, biógrafo e escritor. Autor de quinze livros, entre obras de poesia e prosa. Ganhou em parceria com Marcelo Capucci, em 2016, em Los Angeles (EUA), o International Latino Book Awards com Faço, Separo, Transformo. Atualmente, coordena a programação cultural da Biblioteca Demonstrativa do Brasil Maria da Conceição Moreira Salles, é o vice-presidente do Sindicato dos Escritores do DF, faz a curadoria literária e integra o Comitê Gestor da Feira do Livro de Brasília (FeLiB) e é o porta-voz do Fórum do Livro e da Leitura do DF.

Onã Silva é escritora e enfermeira e publicou diversas obras como “Mas a alegria vem pela manhã”, “A Quadradinha de Gude”, “Miriã,uma Enfermeira Bambambã”, “Histórias da Enfermagem no Universo de Cordel” e “Mundo-Bola”, entre outros.

Regina Lima é servidora pública aposentada do Ministério Público Federal – MPF. Poeta, promotora de eventos culturais. É também, psicanalista e sexóloga, formada em administração de empresas e em filosofia. Com publicações em diversas antologias poéticas, desde 1988, até aos dias de hoje.Também, ex Diretora de Cultura do Sindicato dos Escritores do DF.

Rodrigo Duhau é jornalista, historiador, mestre em Ciência Política, servidor público e assessor de comunicação social da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) há 13 anos. Autor de três livros: “Luz, Câmera, Repressão”, “Pintura Morta” (contos e minicontos) e “Estrada do Além” (poesias).

Ronaldo Mousinho é poeta, ensaísta, historiador, editor e guadalupense, chegou a Brasília em 1977.  Licenciado em Letras e Bacharel em Direito. Professor concursado de Língua e Literatura Portuguesa. Autor de 6 livros autorais, editou 7 e organizou 8 coletâneas poéticas. Participou do longa Hollembach – um herói no coração de Brasília e do documentário Poesia do Barro (memória histórica de Taguatinga-DF). Idealizou e fundou o projeto Celeiro Literário Brasiliense.

Simone Bica é estudante de psicologia e idiomas, ama viajar, peregrinar e viver com toda plenitude seu estado nômade, se permitindo vivenciar, experimentar e mergulhar em muitas culturas, extraindo tudo que o mundo tem de melhor, passando por vários processos de aprendizado, vivenciando na pele e na alma seu estado itinerante. Autora de “”Diário do oriente: percursos de uma alma beduína”.

Cronograma:

22/02 –  terça-feira – Marcos Linhares (texto de Graça Aranha) Regina Lima (texto de Mário de Andrade) e Miranda de Aquino/Zezé Maku (Mário de Andrade)

23/02 – quarta-feira-Adriana Kortlandt(texto de Mário de Andrade)

24//02- quinta-feira – Rodrigo Duhau(texto de Menotti Del Picchia)

25/02- sexta-feira – Onã Silva (texto de Mário de Andrade)

26/02- sábado – Ronaldo Mousinho(texto de Manuel Bandeira)

27/02- domingo –  Antonio Costa Neto (texto de Oswald de Andrade)

28/02- segunda –  Glauber Vieira Ferreira  (texto de Ribeiro Couto) e Simone Bica (texto de Graça Aranha)

Serviço:
O quê: Semana Eles e Nós – 1922 na cabeça – vídeos de dez autores do Distrito Federal lendo trechos de textos em prosa ou poemas de algum dos escritores que participaram da Semana de Arte Moderna, também chamada de Semana de 22.
Quando: 22 a 28/02 – terça a segunda-feira, às 20h30
Onde: Canais oficiais do Sindicato dos Escritores do DF (YouTubeFacebook e Instagram

Quem: Ação do Sindicato dos Escritores do DF 
Informações: (61) 99905-5905

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s